Uruguai recebe seis detentos de Guantánamo

Eles chegarão ao país na condição de refugiados; presos desde 2002, nunca foram condenados.

366 0

Eles chegarão ao país na condição de refugiados; presos desde 2002, nunca foram condenados

Por Redação | Foto: WikiCommons

Seis prisioneiros de Guantánamo foram transferidos da penitenciária e entregues ao governo do Uruguai, confirmou, neste domingo (7), o Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Os prisioneiros são os primeiros a serem levados da base norte-americana em Cuba para um país da América do Sul.

A transferência faz parte de um acordo entre Washington e Montevidéu anunciado no início do ano. O presidente uruguaio, José Pepe Mujica, afirmou hoje em entrevista que os presos chegarão a seu país na condição de “refugiados”. Ele garantiu, ainda, que seu governo não aceitou o pedido dos EUA de que os detentos tivessem que permanecer dois anos no Uruguai antes de sair do país.

A medida faz parte de um novo esforço do presidente norte-americano, Barack Obama, para fechar a base de Guantánamo. Essa foi uma das principais bandeiras de sua campanha à Casa Branca em 2008.

Os homens – quatro sírios, um palestino e um tunisiano – foram presos em 2002, suspeitos de serem militantes ligados à al-Qaeda. Sob eles não pesa nenhuma condenação criminal. O próprio Pentágono já havia retirado, há anos, todas as acusações que constavam contra os seis, deixando-os aptos a serem libertados.



No artigo

x