Começa hoje minissérie sobre o “bispo rebelde” Pedro Casaldàliga

Produção da TV Brasil mostra a luta do religioso contra fazendeiros e militares no tempo da ditadura, sendo perseguido por seu engajamento nas causas sociais.

1775 2

Produção da TV Brasil mostra a luta do religioso contra fazendeiros e militares no tempo da ditadura, sendo perseguido por seu engajamento nas causas sociais

Por Redação

A minissérie Descalço sobre a Terra Vermelha volta a Araguaia-MT, no ano de 1968, para onde o bispo catalão Pedro Casaldàliga foi enviado pela Igreja Católica e continua a viver até hoje. A produção mostra a luta do religioso contra fazendeiros e militares no tempo da ditadura, em defesa dos interesses de pessoas simples da região.

Casaldàliga sofreu inúmeras ameaças de morte e por cinco vezes, durante os anos de chumbo, foi alvo de processos de expulsão por seu engajamento nas lutas sociais. “Ele vai para uma região afastada de tudo, uma realidade de trabalho escravo e onde não há nenhum direito para os indígenas”, explica o escritor espanhol Francesc Escribano, autor da obra homônima na qual se baseia a minissérie, que recebeu dois prêmios (ator e trilha sonora original) na 27ª edição do Festival Internacional de Programas Audiovisuais (FIPA), em Biarritz, na França.

No elenco, destaque para o intérprete do missionário, o premiado Eduard Fernández, e para o protagonista do filme Tim Maia, Babu Santana, que no seriado encarna o pistoleiro “Benedito Boca Quente”. A TV Brasil é co-produtora do trabalho, junto com a TVC, a TVE, a brasileira Raiz Produções e a produtora espanhola Minoria Absoluta. Descalço sobre a Terra Vermelha estreia nesse sábado (13), às 21h30, na TV Brasil.

Foto de capa: Divulgação

 



No artigo

2 comments

  1. Neuro Pereira da Silva Responder

    Querido D. Pedro tiveste uma grande importância na minha formação e na minha opção. Tu é a prova viva de que a Bíblia continua viva e vivenciada nos nossos dias

  2. Leo Responder

    Morei em Barra do Graças, naquela época. Esta Minisserie deveria ser exibida em todas as escolas do Brasil.

    Os brasileiros tem a obrigação de conhecer um pouco da historia recente do Brasil, principalmente entre os anos 60 e 80.


x