Prefeito derruba busto de Costa e Silva: ‘Manchou história do país’

Monumento foi derrubado na cidade de Taquari (RS), onde nasceu o ex-presidente acusado pela Comissão da Verdade por violações de direitos humanos durante a ditadura militar.

928 1

Monumento foi derrubado na cidade de Taquari (RS), onde nasceu o ex-presidente acusado pela Comissão da Verdade por violações de direitos humanos durante a ditadura militar 

Por Redação

Em Taquari, município do Rio Grande do Sul, a conclusão do relatório da Comissão Nacional da Verdade (CNV) motivou a derrubada de um busto do ex-presidente Costa e Silva na última terça-feira (16). De acordo com o prefeito Emanuel Hassen de Jesus (PT), a decisão foi tomada junto com outras autoridades locais após a divulgação do documento. “Não tenho dúvidas que ele manchou a história do país. Foi responsável por um dos piores períodos de nossa história”, afirmou à imprensa.

Artur da Costa e Silva nasceu em Taquari e governou o Brasil entre 1967 e 1969, durante o regime militar. O monumento em homenagem a ele estava localizado na praça central da cidade e foi conduzido para o museu que funciona em uma antiga casa onde residia a família do ditador.

A estrutura foi derrubada por uma máquina da prefeitura na véspera dos 45 anos de morte do marechal. De acordo com o relatório apresentado pela CNV, todos os presidentes atuantes no período do regime militar foram responsáveis por violações de direitos humanos. O nome de Costa e Silva aparece na lista, ao lado de outras 376 pessoas acusadas de crimes durante a ditadura.

Foto de capa: Reprodução

 

 



No artigo

1 comment

  1. José Ubiratan Soares Responder

    Contudo, trata-se de uma obra de arte e merece um lugar nalgum museu sobre a História do Brasil.


x