“Não haverá terceiro turno”, diz presidente do TSE

Ao diplomar a presidenta Dilma Rousseff, Dias Toffoli declarou que a eleição é "página virada" para o Poder Judiciário

441 0

Ao diplomar a presidenta Dilma Rousseff, Dias Toffoli declarou que a eleição é “página virada” para o Poder Judiciário

Por Redação

Durante a diplomação da presidenta Dilma Rousseff (PT) e de seu vice, Michel Temer (PMDB), o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Dias Toffoli, declarou que não haverá “terceiro turno” e que a eleição é “página virada”.

“As eleições de 2014, para o Poder Judiciário, são uma página virada. Não haverá terceiro turno na Justiça Eleitoral. Que especuladores se calem. Já conversei com a Corte, e esta é a posição inclusive do nosso corregedor-geral eleitoral, com quem conversei, e de toda a composição. Não há espaço para, repito, terceiro turno que possa cassar o voto destes 54.501.118 eleitores”, disse o presidente do TSE.

Em seu discurso, a presidenta Dilma Rousseff convocou um pacto contra a corrupção. “Chegou a hora de firmarmos um grande pacto nacional contra a corrupção, envolvendo todos os setores da sociedade e todas as esferas de governo. Esse pacto vai desaguar na grande reforma política que o Brasil precisa promover a partir do próximo ano. Vamos convidar todos os Poderes da República e todas as forças vivas da sociedade para elaborarmos, juntos, uma série de medidas e compromissos duradouros”, afirmou.

No mesmo dia em que Dilma Rousseff foi diplomada, o PSDB entrou com uma ação pedindo que a presidenta tivesse o seu segundo mandato cassado e que Aécio Neves, derrotado na eleição presidencial deste ano, fosse diplomado.

Foto: Fotos Públicas/ Roberto Stuckert Filho



No artigo

x