Mujica, Maduro e Bachelet vão prestigiar posse da presidenta Dilma Rousseff

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, solenidade vai contar com a presença de 67 missões estrangeiras – que incluem chefes de Estado, vice-presidentes e chanceleres Por Redação...

464 1

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, solenidade vai contar com a presença de 67 missões estrangeiras – que incluem chefes de Estado, vice-presidentes e chanceleres

Por Redação

A cerimônia de posse da presidenta reeleita Dilma Rousseff (PT), que acontecerá nesta quinta-feira (1º), vai contar com a presença de 27 chefes de Estado ou vice-chefes. Entre eles, estão confirmados os presidentes José Mujica (Uruguai), Nicolás Maduro (Venezuela), e Michelle Bachelet (Chile).

O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfven, o presidente eleito do Uruguai, Tabaré Vazquez, e o vice-presidente da Argentina, Amado Boudou, também garantiram presença na cerimônia. Em contrapartida, a presidenta da Argentina Cristina Kirchner não vai comparecer em razão de uma fratura no tornozelo esquerdo. Já o presidente dos EUA Barack Obama será representado pelo seu vice, Joe Biden.

De acordo com o Itamaraty, a lista de confirmação das autoridades estrangeiras ainda não está fechada e que deve aumentar até a posse. O Ministério das Relações Exteriores informou que, além dos chefes de Estado, garantiram presença na posse 67 missões estrangeiras – que incluem chefes de Estado, vice-presidentes e chanceleres.

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula



No artigo

1 comment

  1. Eduardo Lima Responder

    A REFORMA CRUCIAL: Reforma Política. Como deve ser? A nosso ver, radical. Poucos partidos, financiamento público. Não ao voto distrital em qualquer de suas formas. Voto nos partidos, com as vagas no legislativo atreladas à eleição majoritária. Listas partidárias e fidelidade. Fim da reeleição ilimitada para o legislativo, etc… O texto do link abaixo reflete sobre o tema:

    http://reino-de-clio.com.br/Pensando%20BR8.html


x