Justiça do Peru confirma condenação de Fujimori a 25 anos de prisão

O Tribunal Constitucional ratificou a validade da condenação imposta ao ex-ditador em 2009

962 0

O Tribunal Constitucional ratificou a validade da condenação imposta ao ex-ditador em 2009

Por Redação

O Tribunal Constitucional do Peru ratificou a validade da condenação de 25 anos de prisão, imposta ao ex-ditador Alberto Fujimori, em 2009, por crimes contra a humanidade. A resolução foi publicada nesta quinta-feira (8) pelo órgão.

A decisão do Tribunal foi tomada em 14 de outubro do ano passado, porém só foi tornada pública hoje. O órgão negou um recurso apresentado por Fujimori para anular outra resolução que já havia rejeitado um pedido de habeas corpus que solicitava a anulação do julgamento por “falta de provas”.

A ratificação publicada no site do órgão afirmou não ter competência para determinar se Fujimori deve ser libertado por “não representar perigo à sociedade”, como alega a defesa do ex-ditador. Acrescentou, também, que a decisão do local onde Fujimori deve cumprir a sua pena é de “competência da administração penitenciária”.

Alberto Fujimori, 75, foi condenado a 25 anos de reclusão em 2009 por conta dos massacres de Barrios Altos e La Cantuta, realizados pelo grupo Colina, além do sequestro de um jornalista e um empresário. Ele foi condenado também em outros três processos. O ex-presidente do Peru vai escutar amanhã (9) a sentença do julgamento em que é acusado de comprar a linha editorial dos jornais sensacionalistas, em 2000.

Foto: Codepu

 



No artigo

x