Aécio age para defender aliado citado em depoimento da Lava Jato

O policial Jayme Alves de Oliveira Filho, um dos investigados pela operação, teria dito que entregou R$1 milhão ao senador Antonio Anastasia (PSDB), ex-governador de Minas Gerais, a pedido de Alberto Youssef.

790 0

O policial Jayme Alves de Oliveira Filho, um dos investigados pela operação, teria dito que entregou R$1 milhão ao senador Antonio Anastasia (PSDB), ex-governador de Minas Gerais, a pedido de Alberto Youssef

Por Redação | Foto:Marcus Desimoni/Nitro

O senador e presidente do PSDB, Aécio Neves (MG), vem atuanto para defender o também senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), ex-governador de Minas Gerais e um de seus maiores aliados. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Na última semana, outra reportagem da Folha revelou que Anastasia teria sido citado em depoimento do policial Jayme Alves de Oliveira Filho, o Careca, investigado pela Operação Lava Jato. Careca teria dito que entregou R$ 1 milhão para Anastasia, a pedido do doleiro Alberto Youssef, em 2010.

Aécio fez chegar ao advogado de Youssef, Antonio Figueiredo Basto, uma consulta sobre se o doleiro deu dinheiro a Anastasia. Na próxima segunda-feira (12), a defesa do doleiro vai apresentar à Justiça uma petição isentando o tucano.

Para defender Anastasia, seus aliados utilizam o argumento de que a Justiça não deu a Careca o benefício da delação premiada.



No artigo

x