Rússia proíbe transexuais de tirar carteira de motorista

Governo classificou transexuais e transgêneros como portadores de transtornos mentais; medida é alvo de repúdio de ativistas de direitos humanos ao redor do mundo.

380 0

Governo classificou transexuais e transgêneros como portadores de transtornos mentais; medida é alvo de repúdio de ativistas de direitos humanos ao redor do mundo

Do Esquerda.Net | Foto: Marco Fieber/Flickr

Alegando que quer enrijecer o controle médico para motoristas, já que é alta a taxa de acidentes de trânsito no país, o governo da Rússia elencou inúmeros “transtornos mentais” que justificam a proibição de conduzir – entre eles, a transexualidade.

Fetichismo, exibicionismo e voyeurismo, bem como o vício “patológico” em jogo e a cleptomania, também são enumerados na legislação recentemente aprovada, que já se tornou alvo de repúdio por parte de organizações de defesa dos direitos humanos.

A Associação dos Advogados Russos pelos Direitos Humanos considera a nova lei “discriminatória”, garantindo que exigirá esclarecimentos do Tribunal Constitucional e procurará o apoio de organizações internacionais.

Já a representante da associação norte-americana Human Rights First, Shawn Gaylord, sublinhou que “proibir as pessoas de conduzirem os seus carros com base na sua identidade de gênero ou expressão é ridículo e constitui apenas mais um exemplo da intolerância metódica do regime russo no que diz respeito aos direitos humanos básicos dos seus cidadãos”.

O anúncio da medida não surpreendeu grande parte dos ativistas LGBT, já que, em 2013, a Rússia ilegalizou a promoção de “estilos de vida não tradicionais”, incluindo as relações entre pessoas do mesmo sexo.



No artigo

x