Humorista é preso na França acusado de “apologia ao terrorismo”

O comediante francês Dieudonné foi detido em sua casa sob acusação de incitar o terrorismo nas redes sociais; em sua defesa, disse que seu humor não difere do feito pela revista Charlie Hebdo

494 0

O comediante francês Dieudonné foi detido em sua casa sob acusação de incitar o terrorismo nas redes sociais; em sua defesa, disse que seu humor não difere do feito pela revista Charlie Hebdo

Por Redação* | Foto: Reprodução/Youtube

A polícia francesa deteve o polêmico comediante Dieudonné M’bala M’bala, de 48 anos, sob acusação de apologia ao terrorismo. Na última segunda-feira (12), a Justiça do país já havia aberto investigação contra ele, segundo informou a promotoria de Paris.

No domingo (11) – dia da manifestação antiterror que reuniu, na França, líderes como o israelense Benjamin Netanyahu e a alemã Angela Merkel –, Dieudonné, conhecido por suas piadas tidas como antissemitas, escreveu em seu perfil no Facebook: “Eu me sinto Charlie Coulibaly”.

A mensagem fazia referência à revista satírica Charlie Hebdo, cuja redação foi atacada por fundamentalistas islâmicos no dia 7, e a Amedy Coulibaly, autor do sequestro em um supermercado judeu que causou quatro mortes.

Em sua página, Dieudonné destacou, ainda, a importância “histórica” da manifestação que levou mais de um milhão de pessoas às ruas em Paris, à qual ele mesmo compareceu, e depois explicou que se sentia como “Charlie Coulibaly” – post que posteriormente apagou. Em sua defesa, disse que seu humor não difere do feito pela revista Charlie Hebdo.

O ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, qualificou de “indigna” a postagem e disse que as autoridades atuarão contra o humorista. Dieudonné já foi objeto de outras investigações judiciais por suas esquetes.

*Com informações do El Diario



No artigo

x