Eleições na Grécia: 100 mil jovens são “esquecidos” e não poderão votar

A lei prevê que todos os jovens nascidos em 1997 podem votar, mas o governo grego "falhou" em confirmá-la no final do ano passado. Nas redes sociais, memes aparecem com jovens perguntando ao primeiro-ministro por que não poderão participar das eleições nesse domingo (25):...

481 0

A lei prevê que todos os jovens nascidos em 1997 podem votar, mas o governo grego “falhou” em confirmá-la no final do ano passado. Nas redes sociais, memes aparecem com jovens perguntando ao primeiro-ministro por que não poderão participar das eleições nesse domingo (25): “Porque você vai votar no Syriza, idiota!”

Por Redação, com informações de Esquerda.net

Cerca de 100 mil jovens que farão 18 anos em 2015 foram excluídos dos cadernos eleitorais, apesar de a lei dar a eles o direito de votar nas eleições do próximo domingo (25). A alteração devia ter sido feita no último ano, mas nos poucos dias que passaram entre o anúncio das legislativas antecipadas, em dezembro de 2014, e o fim do ano, o Ministério do Interior não deu cabo à alteração, prejudicando também os eleitores que alteraram a residência no ano passado e continuam inscritos na anterior.

Com as pesquisas de intenção de votos mostrando um apoio esmagador dos eleitores mais jovens ao Syriza, o “lapso” do governo está sendo encarado como uma tentativa de diminuir dessa eleição o número de votos que pode ser decisivo para uma eventual maioria absoluta do partido de Alexis Tsipras. Nas redes sociais, as críticas subiram de tom após a emissão de uma propaganda política da Nova Democracia, em que o atual primeiro-ministro Antonis Samaras aparece rodeado de jovens e os tenta convencer que as dificuldades são necessárias e é preciso continuar a conduzir a Grécia no mesmo rumo. De imediato, foram publicadas imagens  com novos diálogos, em que os jovens questionam Samaras por que não podem votar e o primeiro-ministro responde: “Porque você vai votar no Syriza, idiota!”.

Neste fim de semana, foram divulgadas três pesquisas sobre as eleições na Grécia; todas dando a vitória ao Syriza, com 3  a 5 pontos à frente da Nova Democracia, e chegaria a eleger entre 144 a 148 deputados – número próximo à maioria, que é de 151. Leia aqui mais sobre a importância das eleições na Grécia.

Foto de Capa: Reprodução



No artigo

x