Lula processa colunista por notícia falsa sobre “novo câncer”

O ex-presidente ingressou com uma interpelação judicial nesta segunda-feira (19) contra o jornalista Leandro Mazzini, do UOL, após notícia sobre tratamento contra câncer no pâncreas, classificada como “mentira, uma peça de ficção”.

1033 0

O ex-presidente ingressou com uma interpelação judicial nesta segunda-feira (19) contra o jornalista Leandro Mazzini, do UOL, após notícia sobre tratamento contra câncer no pâncreas, classificada como “mentira, uma peça de ficção”

Por Redação

A falsa notícia divulgada pelo UOL sobre o tratamento que o ex-presidente Lula teria feito para combater um novo câncer terá consequências mais sérias. Segundo a colunista Mônica Bergamo, o petista ingressou com uma interpelação judicial nesta segunda-feira (19) contra o jornalista Leandro Mazzini. Ele havia publicado, em sua coluna, reproduzida por jornais do Grupo Folha, a informação de que Lula fez um tratamento sigiloso no Hospital Sírio Libanês, em 2014, contra um câncer no pâncreas.

Na medida protocolada no Fórum Criminal de SP, os advogados do ex-presidente declaram que o “jornalista faltou com a verdade” e negam o diagnóstico apresentado. Afirmam, ainda, que o medicamento citado por Mazzini, o Bevacizumab, “não é usado ou recomendado pela literatura médica para tratamento de câncer”. Em nota, o Instituto Lula classificou a notícia como “uma mentira, uma peça de ficção”. O colunista, por sua vez, só comentará o caso após ser notificado oficialmente.

Foto de capa: Instituto Lula/Reprodução



No artigo

x