Chinaglia consegue apoio do PSD e acirra disputa pela presidência da Câmara

PCdoB e PROS também são aliados do petista; principal opositor é Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

336 0

PCdoB e PROS também são aliados do petista; principal opositor é Eduardo Cunha (PMDB-RJ)

Por Redação*

Na tarde da última quinta-feira (22), o PSD anunciou que se juntará a PCdoB e PROS e apoiará a candidatura de Arlindo Chinaglia (PT-SP) à presidência da Câmara dos Deputados.

Criado pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab, o partido conta com 36 deputados. Ao anunciar o apoio, o líder da legenda na Câmara, Rogério Rosso (DF), afirmou que a decisão foi serena. “Fazemos isso com muita tranquilidade, com muita convicção. Sabemos dos desafios que teremos na próxima legislatura”, disse, em entrevista coletiva.

A adesão do PSD ao bloco de apoio a Chinaglia torna ainda mais acirrada a eleição, marcada para o dia 1º de fevereiro. Os outros concorrentes são Eduardo Cunha (PMDB-RJ), principal opositor do petista, e o líder do PSB, Júlio Delgado (MG).

*Com informações da Agência Brasil

(Foto: Zeca Ribeiro/ Câmara dos Deputados)



No artigo

x