Débora Bloch defende a descriminalização do aborto: “É hipócrita fingir que não existe porque não é legalizado”

Em entrevista à revista Marie Claire, atriz revelou ter feito o procedimento aos 20 anos: “Não tive nenhum tipo de arrependimento depois”

684 0

Em entrevista à revista Marie Claire, atriz revelou ter feito o procedimento aos 20 anos: “Não tive nenhum tipo de arrependimento depois”

Por Redação

Ao contrário da grande maioria do meio artístico, que não costuma se manifestar sobre temas considerados “polêmicos”, a atriz Débora Bloch juntou-se à luta pela descriminalização do aborto.

Em entrevista à Marie Claire, ela defendeu a legalização do procedimento e revelou ter feito um aborto na juventude.  “Quando tinha uns 20 anos, engravidei sem querer de um namorado e abortei. Meu ginecologista me indicou uma clínica. Não tive nenhum tipo de arrependimento depois”, contou.

Segundo ela, as mulheres brasileiras que engravidam contra a vontade, planos ou desejos, prosseguem interrompendo gestações de forma clandestina e insegura, causando até a morte. “É hipócrita fingir que não existe porque não é legalizado, enquanto mulheres morrem em decorrência de abortos malfeitos”, concluiu Boch.

Debora Boch é uma das atrizes mais premiadas do Brasil, tendo atuado em 11 peças, 11 filmes e 11 novelas.

Foto: Henrique Padilha/Flickr

 



No artigo

x