Em pleno Dia da Mulher, juiz federal brinca com “assassinato” de Dilma

Juiz de Montes Claros (MG) postou no Twitter mensagem ironizando Lei do Feminicídio, que deve ser sancionada pela presidenta nesta segunda-feira; "legislando em causa própria?", escreveu

878 0

Juiz de Montes Claros (MG) postou no Twitter mensagem ironizando Lei do Feminicídio, que deve ser sancionada pela presidenta nesta segunda-feira; “legislando em causa própria?”, escreveu

Por Redação

Após a veiculação, em rede nacional, do pronunciamento de Dilma Rousseff (PT) na noite do último domingo (8), Dia Internacional da Mulher, o juiz federal Alexandre Infante, de Montes Claros (MG), provocou a presidenta em sua conta no Twitter.

Infante ironizou a sanção da Lei do Feminicídio, que deve ocorrer nesta segunda-feira (9), e insinuou que Dilma a fará “em causa própria”. Em outras palavras, “brincou” com o assassinato da petista.

Com a repercussão negativa da postagem, o juiz decidiu apagar seu perfil no Twitter. Infante é tesoureiro da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), conforme consta no site da entidade.

(Foto: Reprodução/Twitter)
(Foto: Reprodução/Twitter)

A aprovação da lei no Senado na última semana foi considerada um avanço na luta das mulheres. As penas podem variar de 12 a 30 anos de prisão. “Temos falado há muito tempo da importância em dar um nome a este crime. Essa aprovação coloca o Brasil como um dos 16 países da América Latina que identifica este crime com um nome próprio”, disse a representante da ONU Mulheres Brasil, Nadine Gasman.



No artigo

x