Lista do HSBC: ao menos 16 pessoas fizeram doações eleitorais em 2014

Doze partidos receberam recursos, totalizando R$ 5,824 milhões. Cerca de metade desse montante, R$ 2,925 milhões, foi destinada ao PSDB e diretórios do partido. O PT e seus candidatos receberam R$ 1,505 milhão

453 0

Doze partidos receberam recursos, totalizando R$ 5,824 milhões. Cerca de metade desse montante, R$ 2,925 milhões, foi destinada ao PSDB e diretórios do partido. O PT e seus candidatos receberam R$ 1,505 milhão

Por Redação

Entre os correntistas brasileiros do HSBC na Suíça que estão na lista do chamado Swissleaks, pelo menos 16 pessoas realizaram doações para campanhas eleitorais com valor mínimo de R$ 50 mil em 2014. É o que mostra reportagem do jornal O Globo, que teve acesso aos dados.

Dos partidos que receberam as doações estão PSDB, PT, PSDC, PV, PMDB, PSC, DEM, PROS, PTB, PSB, PRB e PP, totalizando R$ 5,824 milhões. Cerca de metade desse montante, R$ 2,925 milhões, foi destinada ao PSDB e diretórios do partido. O PT e seus candidatos receberam R$ 1,505 milhão.

Entre os doadores, 10 dos 16 têm relação com empresas abertas em paraísos fiscais, com sede em países como Panamá, Ilhas Virgens Britânicas, Uruguai e Bahamas. Ter uma conta na Suíça ou em qualquer outro país não é algo tido como ilegal, contanto que seja uma operação declarada à Receita Federal e comunicada ao Banco Central.

Os doadores correntistas do HSBC suíço fazem parte de um rol de 976 pessoas físicas que doaram R$ 50 mil ou mais nas eleições de 2014, totalizando R$ 170,6 milhões. Quatorze dos 16 afirmaram não ser donos de contas numeradas, e que não estariam envolvidos em irregularidades ou que não fariam comentários. Os políticos que receberam as doações disseram que todas foram declaradas ao TSE.



No artigo

x