Segundo Marina, impeachment sem provas traria o caos no Brasil

A ex-candidata à presidência Marina Silva criticou as tentativas da direita de tirar Dilma Rousseff do cargo: “Não é porque este ou aquele grupo está insatisfeito que se deve recorrer a esta ferramenta”.

588 0

A ex-candidata à presidência Marina Silva criticou as tentativas da direita de tirar Dilma Rousseff do cargo a qualquer custo: “Não é porque este ou aquele grupo está insatisfeito que se deve recorrer a esta ferramenta”

Por Redação

A ex-candidata à presidência da República Marina Silva afirmou, em entrevista ao jornal Valor Econômico desta sexta-feira (20), que o impeachment de Dilma Rousseff “pode aprofundar o caos”. Esta foi a primeira vez que a ex-senadora comentou na imprensa sobre as manifestações de domingo.

Embora tenha considerado legítimos os protestos, Marina criticou as tentativas de tirar a presidenta do cargo a qualquer custo. “A ideia do impeachment, sem que se tenha um fato que diga que há responsabilidade direta da presidente da República, não nos tira do caos. Pode aprofundá-lo. A instituição do impeachment, que é um mecanismo constitucional, é uma questão complexa. Não é porque este ou aquele grupo está insatisfeito que se deve recorrer a esta ferramenta”, declarou.

Na conversa, a ex-presidenciável falou ainda sobre a campanha de 2014, a atual relação com o PSB e a Rede, além do apoio dado a Aécio Neves no segundo turno. Confira a entrevista na íntegra aqui.

Foto de capa: Reprodução



No artigo

x