Thomas Traumann deixa a Secretaria de Comunicação da Presidência

Ministro estava no cargo desde janeiro de 2014; saída ocorre após polêmica do vazamento de documento interno

430 0

Ministro estava no cargo desde janeiro de 2014; saída ocorre após polêmica do vazamento de documento interno

Por Redação

A presidenta Dilma Rousseff aceitou hoje (25), pedido de demissão do ministro da secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann.

Em nota divulgada pela secretaria de Imprensa da Presidência da República, Dilma agradeceu a competência, dedicação e lealdade de Traumann no período como ministro e porta-voz.

A saída de Traumann ocorre após o polêmico vazamento de um documento publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo. O material apontava diversos erros na comunicação do governo, considerava a área “errática” e dizia que o país vivia “caos político”.

O documento ainda afirmava que os apoiadores da oposição estão ganhando de “goleada” nas redes sociais. Como saída para reverter o quadro pós-manifestações de 15 de março, o texto dizia que era preciso investir maciçamente em publicidade oficial, principalmente em São Paulo.

Segundo apurou o Blog do Rovai, o documento “não foi entregue por alguém de forma intencional a um jornalista. Aconteceu de ir pra um email que não deveria ter ido”.

Integrantes da Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado aprovaram, nesta terça-feira (24), requerimento para convidar Traumann a prestar esclarecimentos sobre o vazamento.



No artigo

x