Ao vivo, repórter da ESPN dá bronca em torcedor após comentário homofóbico

Antes do Choque-Rei da última quarta-feira, palmeirense utilizou o termo “bichas” para se referir ao rival São Paulo e levou bronca da jornalista que o entrevistava: "vamos tentar modernizar um pouquinho este pensamento"

1610 0

Antes do Choque-Rei da última quarta-feira, palmeirense utilizou o termo “bichas” para se referir ao rival São Paulo e levou bronca da jornalista que o entrevistava: “vamos tentar modernizar um pouquinho este pensamento”

Por Redação

Na noite de ontem (25), a repórter Gabriela Moreira, dos canais ESPN, deu bronca ao vivo em um torcedor do Palmeiras que utilizou termo homofóbico para se referir ao rival São Paulo. A partir das 22h, os times disputaram o primeiro Choque-Rei realizado no Allianz Parque, antigo Palestra Itália, após sua reforma.

Nos arredores do estádio, a jornalista entrevistava o palmeirense sobre suas expectativas em relação à partida. “Boa noite, meu nome é Felipe. A expectativa é a gente ganhar dos bichas hoje, 2 a 1 para o Palmeiras”, afirmou. Moreira não hesitou em repreendê-lo. “Rapaz, vou te falar uma coisa, não sei se vai ganhar… Mas com esse bicha? Não à homofobia, né? Você tem quantos anos, 25? Por favor, vamos tentar modernizar um pouquinho este pensamento”, disse.

Ao final do link, que era transmitido no programa Bate Bola, a repórter enfatizou o recado. “Rapaz de 25 anos, já pedi para que abra essa cabeça, não à homofobia, vou reforçar aqui”, concluiu.

O jovem entrevistado por Gabriela Moreira ficou visivelmente incomodado com as críticas, algo que não se aplicou à torcida da casa durante o jogo. Sobretudo depois que a equipe assumiu o controle da disputa, os palmeirenses gritaram diversas ofensas homofóbicas aos atletas são-paulinos.

(Foto: Reprodução/ESPN)



No artigo

x