Cunha é vaiado pela segunda vez em quatro dias

Dessa vez, presidente da Câmara dos Deputados foi alvo de protestos na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul; na última sexta-feira, ele havia sido escrachado em São Paulo

474 0

Dessa vez, presidente da Câmara dos Deputados foi alvo de protestos na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul; na última sexta-feira, ele havia sido escrachado em São Paulo

Por Redação*

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi vaiado pela segunda vez em um período de quatro dias. Nesta segunda-feira (30), o protesto aconteceu na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, durante a abertura de um fórum sobre reforma política.

De forma semelhante ao ocorrido na última sexta-feira (27), quando Cunha foi escrachado na Assembleia Legislativa de São Paulo, militantes gritaram diversas palavras de ordem, como “fora, Cunha”, “não, não me representa, não” e “Cunha, seu machista, tu és corrupto e ainda moralista”.

A mesa foi temporariamente interrompida pelo presidente da Assembleia, deputado Edson Brum (PMDB-RS), porque os militantes se recusaram a parar com a manifestação – não deram trégua nem durante a execução do hino nacional.

Na sexta, em São Paulo, a audiência pública também foi suspensa por conta das vaias e o público foi retirado das galerias de forma truculenta pelos policiais militares.

*Com informações da Agência Estado

(Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)



No artigo

x