Sérgio Vaz: “Sou a favor do aumento da maioridade escolar”

Na semana em que a Câmara dos Deputados discute a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, o poeta dá sua contribuição ao debate: "Isso mesmo, lugar de criança é presa na Escola (das 8h às 17h) e sendo torturada por aulas...

3196 0

Na semana em que a Câmara dos Deputados discute a redução da maioridade penal de 18 para 16 anos, o poeta dá sua contribuição ao debate: “Isso mesmo, lugar de criança é presa na Escola (das 8h às 17h) e sendo torturada por aulas de Matemática, Português, Ciência, Música, Teatro, Geografia, Química, Física… Ou tomando banho de sol enquanto fazem Educação Física”

Por Redação

Na semana em que a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados discute a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos, o poeta Sergio Vaz, fundador da Cooperifa, dá sua contribuição ao debate.

Nesta terça-feira (31), enquanto os parlamentares votam a admissibilidade da matéria no Congresso, Vaz publicou texto sobre o assunto em sua página no Facebook. Confira:

LUGAR DE CRIANÇA É PRESA NA ESCOLA

Sou a favor do aumento da maioridade escolar.
Isso mesmo, lugar de criança é presa na Escola (das 8h às 17h) e sendo torturada por aulas de Matemática, Português, Ciência, Música, Teatro, Geografia, Química, Física… Ou tomando banho de sol enquanto fazem Educação Física.
Quando elas começarem a criar asas, trancá-las na biblioteca para aprenderem a lapidar sonhos.
Nessa cadeia os professores com super salários, super treinamento, super motivados não deixarão nada, nem ninguém escapar da castigo da sabedoria. Serão tempos difíceis para a ignorância.
Depois de cumprirem pena e se tornarem cidadãos terão liberdade assistida… Pelos pais orgulhosos.

Sérgio Vaz”

(Foto: Reprodução/Facebook)



No artigo

x