Grécia diz que Alemanha deve quase R$ 950 bilhões ao país por ocupação nazista

No poder desde janeiro, o partido de esquerda Syriza resgatou debate das indenizações de guerra alemãs como "questão moral e financeira"

512 0

No poder desde janeiro, o partido de esquerda Syriza resgatou debate das indenizações de guerra alemãs como “questão moral e financeira”

Por Opera Mundi

Após meses de trocas de acusações, a Grécia anunciou que a Alemanha deve 278 bilhões de euros (equivalente a quase R$ 950 bi) em indenizações pelo período de ocupação nazista durante a Segunda Guerra Mundial (1938-1945). Em resposta, o ministro da Economia alemão, Sigmar Gabriel, definiu a demanda como “estúpida”.

“Segundo nossos cálculos, a dívida relacionada às compensações alemãs é de 278 bilhões de euros, que incluem 10,3 bilhões de euros pelo chamado ‘empréstimo forçado’ do Banco Central grego às tropas de ocupação alemãs”, afirmou o vice-ministro das Finanças, Dimitris Mardas, na noite de segunda-feira (07/04).

Trata-se da primeira vez que o valor dos danos alemães é declarado por uma autoridade grega. Efetuado pelos serviços da contabilidade nacional grega, o cálculo também inclui os danos provocados às pessoas físicas e às infraestruturas do país, argumentou Mardas.

Desde que chegaram ao poder em janeiro, os ministros do partido de esquerda Syriza resgataram o debate das indenizações de guerra alemãs como uma “questão moral” e uma “dívida financeira” que precisam de uma solução.

Em 23 de março, o primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, esteve em Berlim, onde se encontrou com a chanceler alemã, Angela Merkel para discutir a dívida grega, que supera os 300 bilhões de euros. Como a possibilidade de calote à dívida já foi descartada, o líder grego retomou o assunto da recompensa do período nazista.

Na ocasião, Merkel rebateu que o tópico já estava resolvido “política e legalmente”, mas destacou que os alemães levam muito a sério sua responsabilidade nos crimes dos nazistas e acrescentou que os pagamentos no valor de 115 milhões de marcos alemães foram efetuados em 1960 como parte do acordo pós-guerra .

Durante a Segunda Guerra Mundial e a consequente ocupação, a Grécia teve quase meio milhão de mortos de uma população de pouco mais de 7 milhões de habitantes. Logo após a queda de Adolf Hitler em 1945, o país ainda viveu uma guerra civil até 1949.

Embora muitos alemães classifiquem gregos como oportunistas que usam a ocupação nazista como escudo para não pagar suas dívidas, a Grécia baseia-se no fato de que a indenização teria fins humanitários para a recuperação financeira e social diante do colapso econômico.

Foto de Alexis Tsipras: FrangiscoDer/CC BY-SA 3.0

 



No artigo

x