Zuenir Ventura critica “polícia que especializou-se em matar crianças”

Na opinião do escritor, a má conduta dos policiais é uma “prática pervertida que desmoraliza o projeto das UPPs”.

469 0

Na opinião do escritor, a má conduta dos policiais é uma “prática pervertida que desmoraliza o projeto das UPPs”

Por Redação

O escritor e colunista Zuenir Ventura publicou um texto, nesta quarta-feira (8), criticando a atuação da polícia, sobretudo em comunidades do Rio de Janeiro. O estado concentra 60% dos casos de mortes de crianças por policiais em todo o país.

Ele questiona a declaração do governador Pezão de que irá haver uma reocupação da Polícia Militar no Complexo do Alemão, onde quatro pessoas foram mortas na semana passada, inclusive o menino Eduardo de Jesus, de 10 anos. Para Zuenir, a medida pode agravar ainda mais o problema se não houver uma capacitação adequada desses profissionais.

Na opinião do escritor, a má conduta dos policiais é uma “prática pervertida que desmoraliza o projeto das UPPs”. “Não quero crer que os policiais cometam esses desvios por maldade, mas, com certeza, por despreparo emocional e técnico ou por falta de condições de trabalho ou por tudo ao mesmo tempo. O resultado, porém, acaba sendo o mesmo: uma polícia que, mesmo sem querer, especializou-se em matar crianças”, ressalta.

No texto, ele lembra o desabafo de José Maria, pai do menino Eduardo, que disse que a polícia sempre agiu de forma truculenta no Alemão e que ela despertava nos moradores mais medo do que os próprios bandidos. “São soldados destreinados que saem atirando em quem estiver pela frente”, afirmou à imprensa. Zuenir destaca que, se esse tipo de sentimento continuar, será o fim da esperança da pacificação em comunidades do Rio.

Foto de capa: Divulgação/Agência Brasil

 



No artigo

x