Ex-ministro Paulo Brossard morre aos 90 anos em Porto Alegre

Ex-ministro da Justiça e do Supremo Tribunal Federal (STF) morreu hoje (12), em sua residência em Porto Alegre. O velório deve ocorrer no Palácio Piratini, sede do governo do estado

234 0

Ex-ministro da Justiça e do Supremo Tribunal Federal (STF) morreu hoje (12), em sua residência em Porto Alegre. O velório deve ocorrer no Palácio Piratini, sede do governo do estado

Por Andreia Verdélio, da Agência Brasil

O ex-ministro da Justiça e do Supremo Tribunal Federal (STF) Paulo Brossard morreu hoje (12), em sua residência em Porto Alegre, aos 90 anos. O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, decretou luto oficial de três dias. O velório deve ocorrer no Palácio Piratini, sede do governo do estado.

“Lamento profundamente a morte de Paulo Brossard, um dos maiores juristas do Brasil. Perdemos um grande homem, um professor, um ferrenho opositor da ditadura militar, um político que fez história”, disse Sartori em sua página no Facebook, prestando suas condolências aos parentes.

O jurista Paulo Brossard de Sousa Pinto nasceu em Bagé (RS) em 23 de outubro de 1924, filho de pecuaristas do município. A carreira política dele começou em 1954, quando foi eleito deputado estadual, sendo reeleito mais duas vezes para o cargo. Foi eleito ainda deputado federal pelo Movimento Democrático Brasileiro (MDB) em 1966 e senador em 1974. Brossard comandou o Ministério da Justiça de 1986 a 1989 e foi ministro do STF de 1989 a 1994.

Ele era casado com Lúcia Alves Brossard de Sousa Pinto, com quem teve dois filhos.

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil



No artigo

x