PCO vê multa a Levy Fidelix por discurso homofóbico como “duro atentado à liberdade de expressão”

Texto publicado na página oficial do partido afirma que “uma parcela da esquerda pequeno-burguesa se ergue como o principal instrumento de luta contra a liberdade de pensamento e de expressão e pela institucionalização do crime de opinião”

2277 0

Texto publicado na página oficial do partido afirma que “uma parcela da esquerda pequeno-burguesa se ergue como o principal instrumento de luta contra a liberdade de pensamento e de expressão e pela institucionalização do crime de opinião”

Por Redação

O Partido da Causa Operária (PCO) divulgou um texto não assinado em sua página oficial no qual afirma que a condenação a pagamento de indenização de Levy Fidelix, ex-presidenciável do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), em função de declarações homofóbicas, é um “atentado à liberdade de expressão”.

“Levy Fidelix é um político de direita e inimigo da luta dos homossexuais, e seu discurso foi um ataque direito aos direitos democráticos, mas a condenação dele não é uma vitória da luta pelas liberdades democráticas, classe operária, do movimento LGBT, do movimento negro, de ninguém a não ser daqueles lutam contra as reivindicações democráticas do povo”, afirma o texto.

Em meados de março, o ex-candidato a presidente foi condenado em decisão da 18ª Vara Cível paulista a pagar uma indenização de R$ 1 milhão em razão de manifestações homofóbicas proferidas durante debate realizado pela TV Record, em 28 de setembro do ano passado. Para o PCO, trata-se de um “precedente contra a já limitada possibilidade de livre expressão”. “É um velho truque da burguesia iniciar seus processos reacionários contra elementos desacreditados e reacionários, para depois atacar seriamente os direitos dos explorados”, afirma.

A legenda acredita que “dar poder ao estado burguês, e principalmente ao judiciário completamente antipopular, não vai resolver os problemas de ninguém, muito pelo contrário, vai ser usado como uma arma para estabelecer uma cada vez mais sistemática máquina de censura, como já vem acontecendo”.

“Neste momento, uma parcela da esquerda pequeno-burguesa se ergue como o principal instrumento de luta contra a liberdade de pensamento e de expressão e pela institucionalização do crime de opinião”, finaliza o texto. Confira a íntegra aqui.



No artigo

x