Após chamar depressivos de ‘covardes’, jornalista do SBT é demitido

O comentarista Luiz Carlos Prates é o mesmo que atribuiu à popularização dos automóveis o aumento nos acidentes de trânsito, afirmando que hoje em dia “qualquer miserável tem um carro”.

4742 0

O comentarista Luiz Carlos Prates é o mesmo que atribuiu à popularização dos automóveis o aumento nos acidentes de trânsito, afirmando que hoje em dia “qualquer miserável tem um carro”

Por Redação

O SBT Santa Catarina confirmou a demissão do jornalista Luiz Carlos Prates, que exercia a função de comentarista no programa “SBT Meio Dia”. As informações são do Portal Imprensa. Ao falar sobre o caso do piloto Andreas Lubitz, apontado como responsável pela queda do avião Germanwings, nos alpes franceses, Prates chamou pessoas depressivas de “covardes existenciais”, dizendo que elas deveriam ser “execradas” e seriam dignas de “desprezo”.

Em nota, a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) repudiou o comentário, argumentando que a postura do jornalista é “irresponsável” e causou um “dano inestimável ao tratar com desdém a pessoa deprimida e ainda incentivar que outros a tratem de forma grosseira”.

Essa não é a primeira polêmica envolvendo o nome de Luiz Carlos Prates. Em 2010, quando trabalhava na RBS TV, afiliada da Rede Globo no Rio Grande do Sul, ele colocou a popularização do acesso aos automóveis como responsável pelo aumento nos acidentes de trânsito, chegando a declarar que, atualmente, “qualquer miserável tem um carro”.

Assista ao vídeo:



No artigo

x