Bancada do PSDB na Câmara irá formalizar pedido de impeachment

Contrariando caciques tucanos como Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Geraldo Alckmin, o deputado Carlos Sampaio, líder da bancada do PSDB na Câmara, confirmou que pretende apresentar na próxima semana um pedido de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff.

645 0

Contrariando caciques tucanos como Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Geraldo Alckmin, o deputado Carlos Sampaio, líder da bancada do PSDB na Câmara, confirmou que pretende apresentar na próxima semana um pedido de impeachment contra a presidenta Dilma Rousseff

Por Redação

O deputado Carlos Sampaio (SP), líder da bancada do PSDB na Câmara, confirmou que pretende apresentar na próxima semana um pedido de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff ao presidente nacional do partido, senador Aécio Neves (MG). A acusação dos tucanos é de crime de responsabilidade com base nas chamadas ‘pedaladas fiscais’ e ainda por suposta omissão no esquema de corrupção da Petrobras.

A intenção desagrada boa parte de membros do PSDB, como Fernando Henrique Cardoso, José Serra e Geraldo Alckmin. “Respeitamos a posição do ex-presidente Fernando Henrique e dos ex-senadores que discordam, mas a Casa que decide é a Câmara. A bancada tem clareza de que o momento enseja o impeachment”, bradou Sampaio à imprensa.

Segundo ele, o pedido deve ser apresentado formalmente “entre terça e quarta-feira”. O partido aguarda do jurista Miguel Reale Jr. um parecer que dê sustentação para o caso, mas Sampaio argumenta que há elementos suficientes para a derrubada de Dilma. No entanto, ainda será preciso considerar a posição do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que já se colocou contrário à proposta.

Foto de capa: George Gianni/PSDB



No artigo

x