Senador tucano aprova nome de jurista indicado por Dilma para o STF

"Trata-se de um cidadão de sólidas convicções democráticas e humanistas", disse em parecer Alvaro Dias sobre Luiz Edson Fachin

496 0

“Trata-se de um cidadão de sólidas convicções democráticas e humanistas”, disse em parecer Alvaro Dias sobre Luiz Edson Fachin

Por Redação*

alvaro-dias-fachin
Alvaro Dias é o relator de Fachin na CCJ do Senado (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

Em parecer distribuído nesta segunda-feira (27) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) afirmou que o jurista Luiz Edson Fachin, indicado pela presidenta Dilma Rousseff (PT), é apto para assumir a cadeira deixada por Joaquim Barbosa no Supremo Tribunal Federal (STF). No relatório – que deve ser lido em sessão do colegiado prevista para quarta (29) – o parlamentar, relator da indicação de Fachin na CCJ, declara que ele é um um “cidadão de sólidas convicções democráticas e humanistas”.

“Em suma, Luiz Edson Fachin tem atuação reconhecida e respeitada tanto na advocacia quanto na seara da produção científica ou na atividade docente”, diz o documento. “O exame do currículo de Luiz Edson Fachin revela que sua senhoria reúne plenamente os atributos constitucionais de notório saber jurídico e reputação ilibada, e se encontra apto a ocupar com dignidade e competência uma cadeira na Suprema Corte”, adiciona, em outro trecho.

Dias é um dos únicos tucanos a defender o nome de Fachin, que enfrenta resistência da bancada ruralista por ter um histórico ligado ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). O jurista é natural do Rio Grande do Sul, mas fez carreira no Paraná, mesmo estado do senador. Por lá, tem apoio suprapartidário. A sabatina de Fachin deve ser realizada no dia 6 de maio.

*Com informações de O Estado de S. Paulo



No artigo

x