Diogo Mainardi pode ser processado por calúnia e difamação

Após acusar o empresário Beckenbauer Alencar de receber dinheiro da campanha de Dilma Rousseff por meio de uma empresa fantasma, o jornalista pode responder pelas declarações na Justiça.

2031 0

Após acusar o empresário Beckenbauer Alencar de receber dinheiro da campanha de Dilma Rousseff por meio de uma empresa fantasma, o jornalista pode responder pelas declarações na Justiça

Por Maíra Streit

O empresário Beckenbauer Alencar desmentiu na terça-feira (28), por meio de nota, as informações publicadas pelos jornalistas Diogo Mainardi e Mario Sabino no site O Antagonista. Ao longo da semana, a página trouxe várias postagens irônicas que acusavam Alencar de manter uma gráfica fantasma que teria recebido dinheiro durante a campanha da presidenta Dilma Rousseff.

Segundo Miguel Neto, advogado do empresário, seu cliente estuda a possibilidade de processar os jornalistas por difamação e calúnia. “A imprensa não pode fazer essas coisas. Se uma pessoa utiliza os meios de comunicação dessa forma, ela está sujeita à lei. Não está acima da lei. A outra parte sequer foi ouvida. Cabem danos morais, mas ainda estamos vendo a melhor medida a ser adotada”, explica.

No comunicado divulgado ontem, Alencar, que é dono da empresa VTPB, chama as declarações do site de “inverídicas e fantasiosas” e afirma que a companhia prestou todos os serviços legalmente, não só para o PT, mas também para legendas como PSDB e PMDB. Segundo a nota, o material gráfico das campanhas foi auditado pelos partidos e aprovado pela Justiça Eleitoral.

Leia abaixo o texto na íntegra:

Sirvo-me desta para repudiar de forma veemente as informações veiculadas pelo site “O Antagonista”, por serem estas inverídicas e fantasiosas. É de conhecimento público e notório que a empresa VTPB – Serviços Graficos e Midia Exterior Ltda – EPP prestou efetivamente todos os serviços para os quais foi contratada, em representação e parceria com empresas do setor, inclusive para outros candidatos e partidos, a exemplo do PSDB e PMDB, e todo o material de campanha produzido foi devidamente auditado pelos partidos e aprovado pela Justiça Eleitoral.

Cumpre esclarecer que exerço esta atividade desde os 16 anos de idade, sem qualquer vinculação política, primando pela integridade ética, regularidade e licitude na prestação dos serviços.

Por final, quanto ao teor das publicações, serão adotadas as medidas judiciais e extrajudiciais cabíveis, seja na esfera civil como na penal.

São Paulo, 28 de abril de 2015.

Beckenbauer Rivelino de Alencar
VTPB – Serviços Graficos e Midia Exterior Ltda – EPP

Foto de  capa: Site Reaçonaria



No artigo

x