Mujica descarta possibilidade de depor sobre Lula no Senado

Na tentativa de criminalizar Lula a partir da matéria mentirosa do jornal O Globo, o senador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou que convidará o ex-presidente uruguaio a depor no Senado brasileiro sobre o 'mensalão'; "Não vou viajar para lugar nenhum", disse Mujica, que, assim como...

573 0

Na tentativa de criminalizar Lula a partir da matéria mentirosa do jornal O Globo, o senador Ronaldo Caiado (DEM) afirmou que convidará o ex-presidente uruguaio a depor no Senado brasileiro sobre o ‘mensalão’; “Não vou viajar para lugar nenhum”, disse Mujica, que, assim como o jornalista que escreveu sua biografia, desmentiu as informações do jornal 

Por Redação 

O ex-presidente uruguaio José Mujica afirmou, neste domingo (10), que não viajará ao Brasil para depor no Senado sobre Lula e o ‘mensalão’. “Não vou viajar para lugar nenhum”, disse aos jornalistas ao ser informado do “convite” do senador Ronaldo Caiado (DEM).

Na tentativa de criminalizar o ex-presidente Lula, Caiado informou, na sexta-feira (8), que apresentaria requerimento à Comissão de Relações Exteriores do Senado para convidar Mujica para depor, com o intuito de “colher mais informações sobre a confissão de Lula no seu envolvimento no mensalão”.

A “confissão” a que Caiado se refere, no entanto, já foi desmentida tanto pelo ex-presidente uruguaio quanto pelo jornalista que escreveu sua biografia.

Entenda

Na reportagem sobre o lançamento do livro Uma ovelha negra no poder, com relatos do ex-presidente uruguaio, o Globo declarou que Mujica “relata que, ao falarem sobre o escândalo do mensalão […] o petista lhe teria dito que aquela era ‘a única forma de governar o Brasil’”. Posteriormente, o jornalista Andrés Danza, um dos autores da obra, também negou qualquer referência ao ‘mensalão’ nas conversas entre Lula e o uruguaio.



No artigo

x