PT quer convocar Aécio e Agripino na CPI da Petrobras

Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, foi um dos que citaram o PSDB como beneficiário do esquema de corrupção na estatal; além disso, pesa sobre o senador Agripino Maia, coordenador da campanha de Aécio em 2014, a acusação de ter recebido R$...

519 0

Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, foi um dos que citaram o PSDB como beneficiário do esquema de corrupção na estatal; além disso, pesa sobre o senador Agripino Maia, coordenador da campanha de Aécio em 2014, a acusação de ter recebido R$ 1 milhão para acobertar irregularidades no serviço de inspeção veicular do Rio Grande do Norte

Por Redação

De acordo com nota oficial do partido, o PT pretende ouvir o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, e o senador José Agripino Maia, presidente do DEM, na CPI da Petrobras.

No requerimento de convocação, a bancada petista argumenta que Paulo Roberto Costa, ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, citou o PSDB em delação premiada como beneficiário do esquema de corrupção na estatal.

Além disso, o auxiliar do doleiro Alberto Youssef, Leonardo Meirelles, reafirmou em depoimento à Justiça que há tucanos beneficiados pelo desvio de recursos da Petrobras.

“Portanto, a oitiva do senador Aécio Neves é fundamental para que esta CPI possa elucidar os atos de corrupção que foram efetivamente praticados, os agentes corruptores, os beneficiários e o modus operandi utilizado, ao mesmo tempo em que possibilitará ao referido depoente defender a agremiação que preside de tais alegações”, afirmam os deputados no documento.

Sobre o senador Agripino Maia, coordenador da campanha de Aécio ao Palácio do Planalto, pesa a acusação do empresário potiguar George Olímpio, que disse ter repassado ao parlamentar R$ 1 milhão para que ele permitisse um esquema de corrupção no serviço de inspeção veicular investigado pela Operação Sinal Fechado, do Ministério Público do Rio Grande do Norte.

Foto de capa: DCM

 



No artigo

x