Ocupe Estelita inspira série de desenhos da Artista Brô

A série “DE OLHO NO ESTELITA”, criada por Larissa Guedes (Brô), foi inspirada visando fortalecer o movimento Ocupe Estelita, denunciar as ilegalidades do “Projeto Novo Recife” e a maneira como o governo beneficia exclusivamente...

1507 0

A série “DE OLHO NO ESTELITA”, criada por Larissa Guedes (Brô), foi inspirada visando fortalecer o movimento Ocupe Estelita, denunciar as ilegalidades do “Projeto Novo Recife” e a maneira como o governo beneficia exclusivamente os empresários, não dialogando com a população. Brô também fez, em outro momento, a série MULHER: Os rostos femininos foram utilizados pela artista para destacar a importância da mulher na sociedade e no meio artístico.

serie_de_desenhos_bro

 “Ganhei minha primeira tela e tintas aos 14 anos de idade e desde lá venho realizando pinturas, mas a ideia das séries surgiu agora depois da universidade. “

Larissa Guedes (Brô) é paraibana, artista, ativista do Movimento Ocupe estelita e professora de Geografia em uma escola particular.  Além disso, estuda questões referentes ao espaço urbano, realiza práticas de educação ambiental e está realizando a série de desenhos  “DE OLHO NO ESTELITA”, uma reafirmação da importância de discutir o direito à cidade e a situação atual do Recife.

E tem dado resultado: “DE OLHO NO ESTELITA” está marcando a vida e despertado a consciência política-social de muitos, não só no Recife mas também em todo Brasil. Apoiadores, militantes e público geral tem procurado Brô nos eventos do Ocupe Estelita e pelo Facebook para terem seu rosto desenhado. A artista já contabiliza mais de 100 desenhos, em apenas 12 dias!

O rosto de Otto, Fernanda Takai e Karina Buhr também receberam os traços rebeldes de Brô. A atual foto de perfil  facebook  de Karina Buhr é o desenho da artista.

Confira o processo criativo de Brô e a produção da série:

Dessa forma, muitos tem buscado sinalizar seu apoio ao Ocupe Estelita e reconhecido a  série “DE OLHO NO ESTELITA”, que faz parte de uma movimentação artística, de resistência, em prol de um Recife que tenha participação social nas decisões do município, um povo que almeja projetos que respeitem o direito à cidade e traga reais benefícios  à população.

Nos últimos anos, a Cidade do Recife tem sido alvo de um processo de gentrificação e verticalização, que não dialogam com a estrutura social, histórica e paisagística da cidade. Além disso, os projetos implementados (ou em processo de implantação) deixam bem claro o processo de venda (a preço de banana), pelo governo de Pernambuco e Prefeitura do Recife, de pontos estratégicos e centrais da cidade para as empreiteiras e setores que apenas querem lucrar, retirar direitos sociais e aprofundar o déficit habitacional e ambiental no Recife. Alguns exemplos recentes: Arena Pernambuco e a cidade da Copa, Projeto Novo Recife, Vila Naval, Fábrica Tacaruna.

Acompanhe a arte de Brô:  Facebook

Saiba mais sobre o Ocupe Estelita: Blog Direitos Urbanos 

Guia rápido para entender o Projeto Novo Recife: FAQ

Acompanhe as redes sociais do Blog Voz em Rede: Facebook | Twitter | G+



No artigo

x