Em Brasília, MBL e Revoltados Online voltam a atacar Aécio: “Sem personalidade”

Fórum conversou com Kim Kataguiri e Marcello Reis, líderes dos grupos Movimento Brasil Livre e Revoltados Online e ambos criticaram a postura do senador tucano Aécio Neves em recuar na tentativa de impeachment; ato contra o governo contou com a adesão de apenas 300...

1008 0

Fórum conversou com Kim Kataguiri e Marcello Reis, líderes dos grupos Movimento Brasil Livre e Revoltados Online e ambos criticaram a postura do senador tucano em abafar a tentativa de impeachment. Mas, pelo visto, não foi só Aécio Neves que recuou; ato contra o governo contou com a adesão de apenas 300 pessoas na última quinta-feira

Por Maíra Streit, de Brasília

Cumprindo a programação prevista na capital do país com o fim da “Marcha pela Liberdade”, em que cerca de trinta pessoas partiram de São Paulo a Brasília, o Movimento Brasil Livre (MBL) protocolou na Câmara dos Deputados um pedido de impeachment da presidenta Dilma Rousseff e não poupou críticas ao senador Aécio Neves (PSDB-MG).

Depois que seu partido recebeu um parecer do jurista Miguel Reale Júnior confirmando que não há base legal para a abertura do processo de impeachment, Aécio suavizou o discurso e afirmou que a ação “não é agenda para agora”. Ontem (27), o líder do MBL Kim Kataguiri conversou com jornalistas no Salão Verde da Câmara e mostrou que a relação com o tucano continua estremecida.

“A gente acredita que o senador Aécio Neves – assim como outros senadores do PSDB, como Aloysio Nunes e José Serra – esteja mais preocupado com os interesses de suas próximas eleições do que com os anseios populares”, declarou. Na ocasião, ele também comentou sobre a baixa adesão de manifestantes ao ato promovido em frente ao Congresso na quinta-feira.

Em entrevista à Fórum, o representante do grupo Revoltados Online, Marcello Reis, com um tom mais inflamado, disse que falta personalidade ao tucano. “Dá vontade de vomitar. Ou é quente ou é frio. Morno, não dá. A gente não aguenta mais. Ele tem que tomar um posicionamento com rigidez. O que me parece é que Aécio Neves realmente é a fotocópia do seu avô e falta um pouquinho de personalidade na pessoa mesmo. Um erro grave não estar aqui. Tenho certeza que a população brasileira deve estar envergonhada”, atacou.

Dia D

ato 27
Foto: Maíra Streit

Pelo visto, não foi só Aécio que recuou. A manifestação programada para ontem contava com a estimativa de 30 mil pessoas, segundo os organizadores, mas apenas 300 compareceram. O número parece ter surpreendido inclusive a PM, que colocou 150 homens em atividade e mobilizou pelo menos outros 2 mil, que ficaram de prontidão. Do lado de dentro da Câmara, representantes do movimento se encontraram com parlamentares do PSDB, DEM e PPS em uma audiência com o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).


Foto de capa: PSDB / Reprodução YouTube

 



No artigo

x