Cunha segura requerimentos de investigação contra 28 deputados, diz jornal

Um deles diz respeito a uma solicitação do PSOL para apuração do envolvimento do próprio presidente da Câmara e outros colegas no esquema revelado pela Operação Lava-Jato; porém, sem o despacho de Cunha, a Corregedoria da Casa não pode abrir o processo de investigação.

567 0

Um deles diz respeito a uma solicitação do PSOL para apuração do envolvimento do próprio presidente da Câmara e outros colegas no esquema revelado pela Operação Lava-Jato; porém, sem o despacho de Cunha, a Corregedoria da Casa não pode abrir o processo de investigação necessário

Por Redação

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), tem segurado há várias semanas oito requerimentos para abertura de investigação na Corregedoria da Casa contra 28 parlamentares, incluindo ele próprio. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, um deles diz respeito a uma solicitação do PSOL para apuração, em uma sindicância, do envolvimento de Cunha e outros colegas no esquema revelado pela Operação Lava-Jato. No entanto, sem o despacho do presidente da Casa, a Corregedoria não pode abrir o processo de investigação necessário.

A representação foi protocolada no dia 10 de março pelo PSOL, mas a assessoria jurídica da Secretaria-Geral da Mesa teria recomendado o arquivamento do pedido, alegando que a Câmara não precisa averiguar a conduta de seus integrantes, já que isso já está sendo feito no Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com a Folha, Cunha planeja que outro deputado autorize o arquivamento, para evitar a suspeita de que ele está agindo em proveito próprio.

Foto de capa: Rodolfo Stuckert/Câmara dos Deputados



No artigo

x