Gil e Caetano dizem ser contra aprovação da redução da maioridade penal

Os cantores postaram um vídeo no Facebook em que denunciam a "manobra" feita pelo presidente da Câmara dos Deputados para aprovar a proposta. "Não vejo vantagem nenhuma, pelo contrário. Há uma série de implicações novas que vão surgir", disse Gil. Assista.

473 0

Os cantores postaram um vídeo no Facebook em que denunciam a “manobra” feita pelo presidente da Câmara dos Deputados para aprovar a proposta. “Não vejo vantagem nenhuma, pelo contrário. Há uma série de implicações novas que vão surgir”, disse Gil. Assista 

Por Redação 

Em um vídeo postado no Facebook na noite desta quinta-feira (2), os cantores Gilberto Gil e Caetano Veloso – que estão em turnê conjunta pela Europa – criticaram a aprovação, pela Câmara dos Deputados, da PEC 171/93, que reduz a maioridade penal de 18 para 16 anos nos casos de crime hediondo, homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte.

“Sou contra”, afirmou Caetano Veloso, mostrando estar surpreso com a “manobra” realizada pelo presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB), para aprovar um texto semelhante ao que tinha sido rejeitado na noite anterior.

“Soube hoje quando acordei. Li que, embora não tivesse passado, numa manobra, durante a madrugada, passou a redução da maioridade penal. Eu sou contra”, disse.

“Não vejo vantagem nenhuma, pelo contrário. Há uma série de implicações novas que vão surgir”, completou Gil, reforçando ainda a crítica à estratégia citada por Caetano.

“Além do mais, houve uma manobra política esquisita para aprovar. Então, somos contra”, afirmou.

Nao à ReduçãoCaetano Veloso e Gil ficaram chateados com a aprovação na Câmara da redução da maioridade penal no Brasil. #NãoARedução #NãoAReduçãoDaMaioridadePenal #CVGG100 #CaetanoVeloso #GilbertoGil

Posted by Gilberto Gil on Thursday, 2 July 2015

 

 

 

Foto: Reprodução 



No artigo

x