Aécio não consegue disfarçar: em entrevista, diz que foi “reeleito presidente da República”

Tucano cometeu ato falho durante entrevista concedida à Rádio Gaúcha nesta terça-feira (7), mas desconversou sobre candidatura em 2018. "O partido tem quadros muito qualificados", afirmou, para tentar melhorar a situação

607 0

Tucano cometeu ato falho durante entrevista concedida à Rádio Gaúcha nesta terça-feira (7), mas desconversou sobre candidatura em 2018. “O partido tem quadros muito qualificados”, afirmou, para tentar melhorar a situação

Por Redação

O candidato derrotado à presidência em 2014, Aécio Neves (PSDB-MG), cometeu um ato falho nesta terça-feira (7). Em entrevista à Rádio Gaúcha, disse que foi “reeleito presidente da República” na convenção tucana que o reconduziu à presidência do partido no final de semana.

“O que nós dissemos na convenção que me reelegeu, neste domingo, presidente da República, é que o PSDB é um partido pronto para qualquer que seja a saída. Inclusive a permanência da presidente. O fato concreto é que ela perdeu as condições políticas de conduzir o Brasil à uma saída rápida para essa crise”, afirmou Aécio. Alertado pelos apresentadores do programa, o senador se corrigiu: “Não! Presidente do PSDB”.

Apesar da gafe, o tucano desconversou sobre uma possível candidatura nas próximas eleições. “Estamos longe de 2018. E o partido tem quadros muito qualificados. Temos o governador de São Paulo (Geraldo Alckmin), o senador José Serra. Temos que ter a responsabilidade de não antecipar cenários. Nem sabemos se a eleição será mesmo em 2018”, declarou, para tentar melhorar a situação.

A conversa entre Aécio e os jornalistas durou mais de vinte minutos e foi marcada por recorrentes críticas à presidenta Dilma Rousseff, que, em entrevista à Folha de S. Paulo publicada hoje, praticamente desafiou a oposição a tirá-la do poder.

(Foto: Orlando Brito)



No artigo

x