Médica faz declaração considerada racista: “Sei por que as baianas usam turbante”

Conhecida nacionalmente em sua especialidade, dermatologista de São Paulo criticou a qualidade da água na Bahia e o efeito que isso teria sobre os cabelos; ela afirmou que os fios ficam “duros” e “com aspecto de sujo” e esse seria o motivo de as...

1849 0

Conhecida nacionalmente em sua especialidade, dermatologista de São Paulo criticou a qualidade da água na Bahia e o efeito que isso teria sobre os cabelos; ela afirmou que os fios ficam “duros” e “com aspecto de sujo” e esse seria o motivo de as mulheres do estado usarem turbantes

Por Redação

A médica paulista Adriana Awada foi bastante criticada nas redes sociais depois que afirmou saber o motivo de as mulheres baianas usarem turbantes. No comentário irônico postado em seu Instagram, ela disse que a baixa qualidade da água no estado deixam os cabelos “duros” e com “aspecto de sujos”. A declaração gerou revolta entre os internautas e fez com que a dermatologista, que é reconhecida nacionalmente em sua área, apagasse a publicação.

“Uma semana lavando os cabelos na água da Bahia, foi uma das piores coisas que os meus fios já viram! Ficaram duros, com aspecto de sujo, difíceis de pentear, textura quase melecada, enfim, cruel demais!”, contou no domingo (12). “Passei os últimos quatro dias usando rabo de cavalo e todos os produtos que tive acesso!!! Agora já sei porque as baianas usam turbante!!! Precisamos nos internar no salão, lavar muito, hidratar para que eles voltassem ao norma!!!”.

racismo-da-medica

 

Foto de capa: Geledés



No artigo

x