Após vitória em concurso musical, dupla sofre preconceito nas redes sociais

Negros e baianos, Lucas e Orelha foram alvo de inúmeros comentários preconceituosos na internet depois de ganharem o 'SuperStar', da TV Globo. "Deu Bolsa Família pro nordeste também?"

1468 0

Negros e baianos, Lucas e Orelha foram alvo de inúmeros comentários preconceituosos na internet depois de ganharem o ‘SuperStar’, da TV Globo. “Deu Bolsa Família pro nordeste também?”, questionou um

Por Redação 

A vitória dos jovens Lucas e Orelha no programa-concurso SuperStar, da TV Globo, realizado no último domingo (12), vem gerando uma série de comentários de ódio e preconceituosos nas redes sociais.

Com 17 e 19 anos, os cantores tiveram sua vitória contestada pelo simples fato de serem  negros e baianos por meio de comentários que chegavam a comparar a conquista da dupla à vitória da presidenta Dilma Rousseff nas últimas eleições. Eles venceram, na final, a banda Scalene, composta por cantores loiros e com um ar “internacional”.

“Scalene: loiros lindos conhecem os eua tem guitarra importada aécio. Lucas e Orelha: negros bahia nordeste vesgo pobreza dilma”, escreveu, no Twitter, uma internauta.

“Deu Bolsa Família pro nordeste tbm?” e “Lucas e Orelha é igual Dilma, nordeste carrega”, escreveu outro usuário entre os inúmeros comentários xenófobos e racistas.

Reprodução Twitter
Reprodução Twitter

Um internauta, inclusive, chegou a afirmar que a dupla o teria feito repensar a questão da maioridade penal, sugerindo o desejo que um dos jovens fossem presos, como se fossem criminosos. Lucas tem 19 anos e Orelha tem 17.

Na última quinta-feira (9), antes da vitória, a dupla já havia falado sobre a questão do preconceito. Participando de um programa matinal da emissora do concurso, os jovens disseram que já chegaram a ser chamados de ‘macacos’ por membros de outras bandas com quem trabalharam.

Foto: Divulgação



No artigo

x