Repórter demitido da Folha mandou recado com as iniciais dos parágrafos de seu texto final

Pedro Ivo Tomé saiu em grande e estilo: escreveu seu último texto de forma com que as iniciais de cada parágrafo formassem a mensagem "chupa, Folha"

1959 0

Pedro Ivo Tomé saiu em “grande estilo”: escreveu seu último texto de forma com que as iniciais de cada parágrafo formassem a mensagem “chupa, Folha”

Por Redação

Demitido da Folha de São Paulo, o repórter Pedro Ivo Tomé saiu em “grande estilo” e deu um jeito de mandar um recado à empresa. Escreveu seu último texto de forma com que as iniciais de cada parágrafo formassem a mensagem “chupa, Folha”. As informações são do Diário do Centro do Mundo.

(Reprodução/Facebook)
(Reprodução/Facebook)

Confira na íntegra o obituário escrito pelo jornalista:

“Chamadas aos fins de semana não tiravam a assistente social Therezinha Ferraz Salles do sério: segundo a família, cuidar dos funcionários da Caixa Econômica Federal, onde trabalhou a vida toda, era sua vocação.

Habituou-se também às ligações noturnas, para ajudar quem tinha ficado doente e precisava de cuidado, fazendo a ponte com o banco.

Uma infância tranquila era a memória que tinha de Amparo, a 133 km da capital, onde a paulistana foi criada por causa da função do pai, Octávio, promotor de Justiça.

Pianista, formou-se no antigo Conservatório Dramático e Musical de São Paulo, hoje Escola Municipal de Música de São Paulo, no centro, durante a adolescência, quando a família retornou à cidade.

Assim como as duas irmãs mais novas, formou-se professora em uma escola normal, mas deu poucas aulas.

Fez a graduação em Serviço Social na PUC-SP. Pouco depois de concluir o curso, no início dos anos 1960, começou a trabalhar na Caixa.

Ouvia muito as obras de Schubert e Chopin, executando-as para os sobrinhos quando eles iam visitá-la.

Logo depois de se aposentar, na década de 1980, passou a assistir mais concertos. Aproveitava sempre as apresentações com música clássica do Theatro Municipal.

Há alguns anos, vinha sofrendo com bronquite e asma, males que a acompanhavam desde a juventude.

Após ficar 15 dias internada devido aos problemas pulmonares, que pioraram por causa da idade, morreu no dia 2, por insuficiência respiratória, aos 87 anos. Deixa duas irmãs e sobrinhos.”



No artigo

x