Gil defende Dilma: “Não haverá impeachment. Não há razão”

Em matéria divulgada em seu site oficial, o cantor afirmou que a presidenta deve permanecer no cargo, mesmo diante das tentativas da oposição de aplicar um golpe contra a democracia no país: “Dilma vai concluir o seu mandato. É natural que conclua”.

1530 0

Em matéria divulgada em seu site oficial, o cantor afirmou que a presidenta deve permanecer no cargo, mesmo diante das tentativas da oposição de aplicar um golpe contra a democracia no país: “Dilma vai concluir o seu mandato. É natural que conclua”

Por Redação

Em matéria divulgada em seu site oficial, o cantor e compositor Gilberto Gil afirmou que a presidenta Dilma Rousseff deve permanecer no cargo, mesmo diante das tentativas da oposição de aplicar um golpe contra a democracia no país. “Não haverá impeachment. Não há razão, nem clima. Dilma vai concluir o seu mandato. É natural que conclua”, avaliou.

Para ele, é importante que não exista hoje, no Brasil, a personificação de um único líder. “É bom estar sem lideranças muito pessoais. É um momento que é bom assim, que as responsabilidades em relação aos comandos estejam divididas entre os vários partidos, entre as várias personalidades”, disse. “Inclusive da liderança que se exige da presidência, é bom que se tenha esse cenário para que Dilma fique mais tranquila”.

O artista comentou ainda sobre a crise econômica. “O que nós vivemos é também o resultado da crise mundial que se instalou e o Brasil, por esse processo interno, passou a ser mais passível de ser afetado por qualquer coisa que possa ocorrer”, argumentou.

Foto de capa: Agência PT



No artigo

x