“Não vai ter golpe e ponto final”, diz Ciro Gomes

Em conversa com o jornalista Paulo Henrique Amorim, o ex-ministro rechaçou as tentativas de parte da oposição de derrubar a presidenta Dilma do cargo: "Alguns de nós, brasileiros, estamos dispostos a levar (a resistência) às ultimas consequências. O povo brasileiro vai para a rua...

1693 0

Em conversa com o jornalista Paulo Henrique Amorim, o ex-ministro rechaçou as tentativas de parte da oposição de derrubar a presidenta Dilma do cargo: “Alguns de nós, brasileiros, estamos dispostos a levar (a resistência) às ultimas consequências. O povo brasileiro vai para a rua para garantir a democracia”; assista ao vídeo

Por Redação

Em conversa com o jornalista Paulo Henrique Amorim, do site Conversa Afiada, o ex-prefeito de Fortaleza e ex-governador do Ceará Ciro Gomes criticou a tentativa de parte da oposição de derrubar a presidenta Dilma Rousseff, reeleita em 2014. Ciro, que foi também ministro da Fazenda e da Integração Nacional, concedeu a entrevista na última segunda-feira (20), quando afirmou que os pedidos de impeachment não deverão ser concretizados.

“O golpe não acontecerá. Não vai ter e ponto final. Alguns de nós, brasileiros, estamos dispostos a levar (a resistência) às ultimas consequências. Basta isso para não ter golpe porque eles são frouxos, não aguentam a pressão das ruas. O povo brasileiro vai para a rua para garantir a democracia”, declarou. “A população tem que entender que impeachment não é remédio para governo que a gente não gosta”.

Assista à entrevista abaixo:



No artigo

x