Pesquisa aponta: Governo em baixa, Igreja em alta

O estudo que divulgou, na última segunda-feira (20), apenas 7,7% de aprovação da gestão da presidenta Dilma é o mesmo que aponta que, para os brasileiros, a instituição mais confiável é a Igreja (59%), superando a credibilidade de entidades como polícia, Forças Armadas, governo...

856 0

O estudo que divulgou, na última segunda-feira (20), apenas 7,7% de aprovação da gestão da presidenta Dilma é o mesmo que aponta que, para os brasileiros, a instituição mais confiável é a Igreja (59%), superando a credibilidade de entidades como polícia, Forças Armadas, governo ou Congresso Nacional 

Por Redação 

O mesmo instituto de pesquisas que apontou uma vitória em primeiro turno do então candidato Aécio Neves (PSDB) à presidência da República no ano passado divulgou um novo estudo na última segunda-feira (20). De acordo com a 128ª Pesquisa CNT/MDA, apenas 7,7% dos brasileiros avaliam positivamente o governo da presidenta Dilma Rousseff. 

O dado foi amplamente explorado pela imprensa tradicional, que chegou a afirmar que esse é o pior índice de reprovação de um presidente desde 1999, quando o país ainda era presidido por Fernando Henrique Cardoso (PSDB). O nome do ex-presidente, no entanto, foi pouco citado. 

Outros dados interessantes do estudo ficaram em segundo plano na cobertura midiática. As mesmas pessoas que reprovam o governo Dilma foram perguntadas sobre a confiança nas instituições e, ao que parece, a solução para os problemas que o país passa não estão nem em uma mudança de política econômica, aprovação de um ou outro projeto ou mesmo em um candidato de oposição. Para a maioria dos entrevistados (58%), a Igreja é a instituição em que mais confiam, superando a polícia, as Forças Armadas e o Congresso Nacional, por exemplo. 

AVALIAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES

Confiança nas instituições

Igreja: 43,0% confiam sempre e 11,7% não confiam nunca
Forças Armadas: 19,2% confiam sempre e 17,2% não confiam nunca
Imprensa: 13,2% confiam sempre e 21,2% não confiam nunca
Justiça: 10,5% confiam sempre e 24,8% não confiam nunca
Polícia: 8,9% confiam sempre e 23,5% não confiam nunca
Governo: 2,0% confiam sempre e 56,2% não confiam nunca
Congresso Nacional: 1,6% confia sempre e 51,6% não confiam nunca
Partidos políticos: 1,0% confia sempre e 73,4% não confiam nunca

Instituição que mais confia:

1º – Igreja (53,5%)
2º – Forças Armadas (15,5%)
3º – Justiça (10,1%)
4º – Polícia (5,0%)
5º – Imprensa (4,8%)
6º – Governo (1,1%)
7º – Congresso Nacional (0,8%)
8º – Partidos políticos (0,1%)

Foto: Câmara dos Deputados 



No artigo

x