Goleiro da seleção brasileira de polo é acusado de abuso sexual

Polícia canadense afirma que o atleta Thye Mattos, de 27 anos, teria abusado de uma mulher na casa dela, durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto; se condenado, ele pode pegar até 15 anos de prisão.

795 0

Polícia canadense afirma que o atleta Thye Mattos, de 27 anos, teria abusado de uma mulher na casa dela, durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto; se condenado, ele pode pegar até 15 anos de prisão

Por Redação

O goleiro da seleção brasileira de polo aquático, Thye Mattos, de 27 anos, está sendo acusado de ter cometido abuso sexual durante os Jogos Pan-Americanos de Toronto. Nesta sexta-feira (24), a polícia canadense realizou uma coletiva de imprensa, onde afirmou que o atleta teria abusado de uma mulher de 22 anos na casa dela, no último dia 16.

De acordo com a inspetora de crimes sexuais da polícia, Joanna Beaven-Desjardins, a situação aconteceu na casa da vítima, que estava dormindo quando Thye e um amigo entraram no local. Os dois teriam fugido logo em seguida.

A inspetora não quis dar mais detalhes sobre o episódio, mas disse que, se estivesse no país, o goleiro ficaria preso enquanto durassem as investigações e que o caso será tratado junto às autoridades brasileiras. Segundo ela, a polícia tem 100% de certeza de que Thye foi o autor do crime. “Neste ponto, não o tratamos como suspeito”, declarou. Se condenado, o atleta pode pegar até 15 anos de reclusão.

Foto: Reprodução

 



No artigo

x