Marina: “Todo mundo está feliz de dizer que a culpada pela corrupção é a Dilma”

Em entrevista, a ex-candidata à presidência da República criticou aqueles que acham que a corrupção é problema de uma pessoa ou de um único partido.

530 0

Em entrevista, a ex-candidata à presidência da República criticou aqueles que acham que a corrupção é problema de uma pessoa ou de um único partido

Por Redação 

A ex-ministra do Meio Ambiente e ex-candidata à presidência da República no ano passado, Marina Silva (PSB), fez críticas, na noite desta quinta-feira (23), àqueles que creditam o problema da corrupção no país à presidenta Dilma Rousseff. Ela cobrou essas pessoas para que tenham mais responsabilidade política.

“Aqui no Brasil está todo mundo feliz de dizer que a culpada pela corrupção é a Dilma. Quando a corrupção virar um problema nosso, criaremos instituições para coibi-la”, disse durante um evento de tecnologia realizado em São Paulo. 

Para Marina, a corrupção não pode ser atribuída a uma ou outra pessoa em específico, citando outros ex-presidentes que recorrentemente são tomados como culpados, como Lula e José Sarney. “Não é sustentável acharmos que a corrupção é o problema de uma pessoa, de um grupo ou de um partido”, completou.

A ex-candidata, em sua fala, aproveitou para enaltecer o partido que vem tentando criar – a Rede Sustentabilidade – como uma alternativa aos políticos e empresários do país que caíram em descrédito. Para Marina, a ideia da Rede é a de “democratizar a democracia”. “Esse mundo em crise não terá resposta se for para imaginar que os políticos ou empresários vão fazer as mudanças pela sociedade”, afirmou.

Foto: Divulgação 



No artigo

x