Fábio Porchat: “Todos nós somos racistas e machistas”

Em artigo no jornal Estadão, o humorista criticou a intolerância e o preconceito disseminados na sociedade. No texto, ele afirma que cada um deve refletir sobre atitudes que possam reforçar casos de discriminação: “Temos de lutar diariamente contra essas coisas abomináveis para que percam...

2020 0

Em artigo no jornal Estadão, o humorista criticou a intolerância e o preconceito disseminados na sociedade. No texto, ele afirma que cada um deve refletir sobre atitudes que possam reforçar casos de discriminação: “Temos de lutar diariamente contra essas coisas abomináveis para que percam suas forças e apodreçam dentro de nossas cabeças”

Por Redação

O humorista Fábio Porchat publicou um artigo no jornal O Estado de S. Paulo, neste domingo (2), em que analisa a questão do machismo e do racismo no Brasil. Conhecido mais por suas declarações cômicas do que propriamente pelo engajamento em causas sociais, o artista fez questão de criticar o comportamento intolerante que parte da sociedade reproduz.

“Nascemos todos livres de qualquer tipo de preconceito, mas, ao longo da vida, somos condicionados a um tipo de pensamento vigente que nos induz a uma formação torta de pensamento. Temos de lutar diariamente contra essas coisas abomináveis para que percam suas forças e apodreçam dentro de nossas cabeças para caírem e sumirem para sempre”, escreveu.

Porchat disse, ainda, que cada um precisa se dar conta de que faz parte do problema – e também da solução. “Quando dizemos: vivemos numa sociedade machista, nos ‘esquecemos’ do fato de que também fazemos parte dessa tal sociedade. É sempre mais fácil dizer que os outros estão errados e prejudicando o bom andamento do mundo, do que localizar em nós os pontos negativos que contribuem para o mau andamento do mundo”, pontou.

Foto de capa: Divulgação



No artigo

x