Depois de criticar a PM e Beto Richa, palhaço é preso em ação truculenta

Funarte manifestou repúdio e solidariedade ao artista e disse que, com a violência, a Polícia Militar do Paraná confirmou as críticas proferidas pelo artista

878 0

Funarte manifestou repúdio e solidariedade ao artista e disse que, com a violência, a Polícia Militar do Paraná confirmou as críticas proferidas pelo artista

Por Jornal GGN

Enquanto se apresentava no Festival de Teatro de Cascavel no Calçadão, no Paraná, o palhaço Tico Bonito foi preso pela Tropa de Choque por fazer uma crítica aos policiais e ao governo Beto Richa (PSDB), na última sexta-feira (14).

Durante a peça Licença Pr’eu Passar, testemunhas disseram que o palhaço disse que precisaria de seguranças. Quando passaram os policiais e a plateia apontou a viatura. De acordo com a namorado do artista, Silvana Deotti, foi nesse momento que o palhaço fez a crítica: “O Tico falou que não poderiam chamar aqueles policiais porque eles só serviam para proteger o Beto Richa. Depois disso os policiais deram ré e entraram no meio do espetáculo para prender o Tico”, contou.
“Eles só protegem burguês e o Beto Richa, são seguranças particulares pagos pelo povo”, foi o que disse o palhaço para, momentos depois, ser atingido pelos policiais. Assista ao vídeo completo:

Outro ator de Cascavel, Jean Salustiano, que presenciou os fatos, relatou que houve truculência. “[Policiais] entraram no meio da apresentação, algemaram e meteram o Tico no camburão. Batiam com a porta do carro na perna do Tico e chamaram a Cavalaria para dispersar”, informou. “Ele não fez nada demais. Ele sempre faz essas críticas mas dessa vez resolveram levar”, criticou Silvana.
A Fundação Nacional de Artes – Funarte emitiu nota de repúdio contra a prisão arbitrária. A prisão foi efetuada sob a alegação de um suposto “desacato à autoridade”. “Na verdade, o palhaço apenas fez críticas públicas à Polícia Militar, no que está dentro de seus direitos, assegurados pela Constituição”, publicou.
“Ao agir com violência e arbítrio, configurando um abuso de autoridade, infelizmente a Polícia Militar acabou por confirmar as críticas proferidas pelo palhaço. A Funarte se solidariza com o artista e o cidadão Tico Bonito e espera da Polícia Militar de Cascavel uma nota repudiando a ação de seus policiais”, completou a entidade.
Com informações do site LaisLainy.com e da Funarte.


No artigo

x