Eduardo Cunha e Fernando Collor são denunciados ao STF

O presidente da Câmara dos Deputados foi denunciado nesta quinta-feira (20) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Já o senador Fernando Collor (PTB-AL) e a prefeita de Rio Bonito, Solange Almeida (PMDB-RJ), foram acusados de corrupção passiva.

1139 0

O presidente da Câmara dos Deputados foi denunciado nesta quinta-feira (20) pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Já o senador Fernando Collor (PTB-AL) e a prefeita de Rio Bonito, Solange Almeida (PMDB-RJ), foram acusados de corrupção passiva

Por Redação

Nesta quinta-feira (20), o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), foi denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Já o senador Fernando Collor (PTB-AL) e a prefeita de Rio Bonito, Solange Almeida (PMDB-RJ), foram acusados de corrupção passiva em denúncia protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF).

Além da condenação, Janot pede a restituição do produto e proveito dos crimes no valor de US$ 40 milhões e outros US$ 40 milhões pela reparação dos danos causados à Petrobras e à Administração Pública. Cunha é apontado como beneficiário de U$ 5 milhões dados como propina pelo empresário Júlio Camargo para facilitar a assinatura de contratos de aluguel de navios-sonda entre a empresa Samsung Heavy Industries e a Petrobras. Collor, por sua vez, teria recebido R$ 26 milhões em propinas entre 2010 e 2014, para favorecer contratos com a BR Distribuidora.

De acordo com depoimento de Alberto Youssef à Justiça, o presidente da Câmara usou requerimentos de informação de uma das comissões da Casa para pressionar Camargo a liberar o suborno, que estava atrasado. Segundo o doleiro, Cunha pediu que as relações do empresário com a estatal fossem questionadas no Congresso. Os requerimentos da chantagem teriam sido apresentados em nome da ex-deputada Solange Almeida (PMDB-RJ), mas foram feitos em um computador com a senha de Eduardo Cunha.

Foto de capa: Câmara dos Deputados

 



No artigo

x