Malafaia é o primeiro a pular do barco de Cunha

Malafaia, que já apareceu em fotos ao lado do deputado evangélico e vibrou publicamente com a vitória de Cunha na disputa pelo principal pela presidência da Câmara, agora diz que nunca apoiou o deputado federal e que não suporta ver "esse jogo político"

2074 0

Malafaia, que já apareceu em fotos ao lado do deputado evangélico e vibrou publicamente com a vitória de Cunha na disputa pelo principal pela presidência da Câmara, agora diz que nunca apoiou o deputado federal e que não suporta ver “esse jogo político”

Por Jornal GGN

Na mesma semana em que a Procuradoria Geral da República encaminhou ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra Eduardo Cunha (PMDB) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, no âmbito da Lava Jato, o pastor Silas Malafaia decidiu abandonar o barco do presidente da Câmara em mensagens no Twitter.

Malafaia, que já apareceu em fotos ao lado do deputado evangélico e vibrou publicamente com a vitória de Cunha na disputa pelo principal cargo da Mesa Diretora da Câmara, agora diz que nunca apoiou o deputado federal e que não suporta ver “esse jogo político”.

Enquanto isso, a oposição ao governo Dilma Rousseff (PT) tem se dividido entre ora prestar apoio a Cunha, com o discurso de que ele tem o direito à ampla defesa no Supremo; e ora silenciar sobre as denúncias de que o peemedebista teria recebido, pelo menos, 5 milhões de dólares em propina, e usado uma igreja evangélica para lavar o dinheiro, entre outros métodos.

malafaia.jpg



No artigo

x