Luciana Genro: “Os grandes traficantes estão, inclusive, no Congresso”

Em discussão no Twitter com o deputado Marco Feliciano, a ex-candidata à presidência pelo PSOL lembrou o episódio em que um helicóptero da família do senador Zezé Perrella, aliado de Aécio Neves, foi apreendido pela Polícia Federal com 450 quilos de cocaína: “A guerra...

5482 1

Em discussão no Twitter com o deputado Marco Feliciano, a ex-candidata à presidência pelo PSOL lembrou o episódio em que um helicóptero da família do senador Zezé Perrella, aliado de Aécio Neves, foi apreendido pela Polícia Federal com 450 quilos de cocaína: “A guerra às drogas atinge os pequenos traficantes. Os grandes não estão nas favelas”

Por Redação

Na última semana, a ex-candidata à presidência da República pelo PSOL, Luciana Genro, utilizou o Twitter para manifestar sua opinião favorável à descriminalização da maconha, em debate no Supremo Tribunal Federal (STF). “A guerra às drogas atinge os pequenos traficantes. Os grandes não estão nas favelas, mas estão, inclusive, no Congresso”, escreveu.

Em seguida, ela foi questionada pelo deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP) na rede social: “Esta acusação é gravíssima. Pode citar nomes? Com provas irrefutáveis?”. A psolista, então, respondeu: “Acho que o @MarcoFeliciano esqueceu que um helicóptero da família do senador Zezé Perrela foi apreendido em 2013 com 450 kg de cocaína!”.

Genro postou uma matéria do portal UOL para, segundo ela, “refrescar a memória de algumas pessoas”. A reportagem abordava a operação realizada pela Polícia Federal do Espírito Santo, que apreendeu um helicóptero da Limeira Agropecuária, empresa do deputado Gustavo Perrella (SDD-MG), com centenas de quilos de cocaína. O deputado é filho do senador e ex-presidente do Cruzeiro Zezé Perrella (PDT-MG), aliado antigo do também senador Aécio Neves (PSDB-MG).

 



No artigo

1 comment

  1. Artur Vieira Responder

    Li recentemente no livro “Zero, zero, zero” do corajoso Claudio Saviano, jornalista investigativo que ajudou a desmontar a máfia italiana, no qual radiografa o esquema da cocaína no mundo, que três quartos de toda coca que entra na Europa passam pelo Brasil, país com maior fronteiras com os exportadores do continente. As apreensões de coca na Europa são incomparavelmente mais numerosas do que as daqui, o que demonstra o clima muito mais favorável à atividade por aqui. Isto é
    sintomático.


x