Youssef reafirma que Aécio Neves recebeu dinheiro da corrupção de Furnas

Durante acareação com Paulo Roberto Costa na CPI da Petrobras, doleiro voltou a dizer o que já havia relatado ao Ministério Público. Já Costa reiterou que o ex-presidente nacional do PSDB Sérgio Guerra, morto em...

1670 0

Durante acareação com Paulo Roberto Costa na CPI da Petrobras, doleiro voltou a dizer o que já havia relatado ao Ministério Público. Já Costa reiterou que o ex-presidente nacional do PSDB Sérgio Guerra, morto em 2014, recebeu R$ 10 milhões para “abafar” CPI que apuraria irregularidades na Petrobras em 2009

Por Redação

Um dos principais delatores da Operação Lava Jato, o doleiro Alberto Youssef voltou a afirmar, na última terça-feira (25), que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu dinheiro desviado de Furnas. A declaração foi feita durante acareação entre ele e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, promovida pela CPI da Petrobras na Câmara dos Deputados.

“Eu confirmo [que Aécio recebeu dinheiro de corrupção] por conta do que eu escutava do deputado José Janene, que era meu compadre e eu era operador dele”, afirmou o doleiro em seu depoimento. Janene, morto em 2010, é apontado como o responsável pela indicação de Costa ao cargo de direção que ocupava na estatal.

Youssef já havia relatado ao Ministério Público que Aécio estaria envolvido com corrupção em Furnas, mas à época o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu o arquivamento da investigação envolvendo o tucano.

Ainda durante a acareação, Paulo Roberto Costa e Youssef disseram novamente que o ex-deputado federal e presidente nacional do PSDB Sérgio Guerra (PE), falecido em 2014, recebeu R$ 10 milhões para “abafar” uma CPI no Congresso Nacional que apuraria irregularidades na Petrobras em 2009. De acordo com a dupla, a propina teria sido pago pela empreiteira Camargo Correa, investigada na Lava Jato.

Costa assegurou que foi procurado por Guerra e pelo atual deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) para que o valor fosse encaminhado ao líder tucano. “De minha parte, posso dizer que eles receberam”, contou.

(Foto: Agência Senado)



No artigo

x