Mulher atacada com ácido emociona ao fazer vídeo com tutorial de beleza; assista

A indiana Reshma teve o rosto desfigurado pelo cunhado e participa da campanha para que o governo impeça a venda de ácidos em mercados; a estimativa é que haja mil crimes como esse por ano no país.

1327 0

A indiana Reshma teve o rosto desfigurado pelo cunhado e participa da campanha para que o governo impeça a venda de ácidos em mercados; a estimativa é que haja mil crimes como esse por ano no país

Por Redação

Os tutoriais de maquiagem costumam fazer bastante sucesso na internet, mas a campanha “Make Love Not Scars” (“faça amor, não cicatrizes”, em tradução livre) resolveu propor um vídeo diferente dos demais. Nele, a indiana Reshma Bano Quereshi ensina o passo a passo de como esfoliar os lábios, usar delineador e aplicar o batom. “Parece perfeito, né?”, ela questiona, com uma expressão triste.

Ao final, a jovem mostra que a ideia da campanha é chamar a atenção para um assunto bastante sério. “Você vai achar um batom vermelho facilmente no mercado, assim como ácido concentrado. Por isso uma garota se torna, todo dia, vítima de um ataque com ácido”, alerta Reshma.

Ela teve o rosto desfigurado e ficou cega de um olho após ser atacada com o produto em 2014 pelo cunhado. A estimativa é que haja mil crimes como esse por ano no país. Desde 2012, o número de agressões cresceu 250%, sendo que 90% das vítimas foram mulheres. Um dos objetivos do vídeo é incentivar a participação do público em um abaixo-assinado exigindo o banimento da venda de ácido para pessoas comuns na Índia.

Para apoiar a petição, clique aqui.



No artigo

x